Lançado Congresso da Saúde que RC sediará Divulgação - publicada em 27. 10. 2017 - atualizada 13h18 Evento deve trazer 1500 pessoas a Rio Claro no mês de abril.
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

Rio Claro está confirmado como sede do Congresso de Secretários Municipais do Estado de São Paulo, em abril do ano que vem. O evento foi lançado oficialmente quinta-feira (26) na capital paulista. “É um sinal do prestigio que Rio Claro começou a recuperar neste ano”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, destacando o trabalho do secretário de Saúde, Djair Francisco. “O congresso também mobilizará as redes hoteleira e de alimentação do município, além de trazer novas e importantes informações que vão melhorar ainda mais a saúde em Rio Claro e das cidades participantes”, acrescenta.

O secretário de Saúde rio-clarense destaca que, excetuando Campinas, essa será a primeira vez que um município desta região sedia o congresso, que chega em 2018 à 32ª edição. “Estimamos que cerca de 1500 pessoas devam vir a Rio Claro para o congresso”, prevê, explicando que o encontro é dirigido aos gestores das 645 cidades do Estado de São Paulo.

A comissão organizadora do evento, formada por funcionários da Secretaria Municipal de Saúde, acompanhou Juninho e Djair ao evento em São Paulo, no qual também esteve presente o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo, Carmino de Souza, titular da pasta municipal em Campinas.

A realização do congresso em Rio Claro também reflete a nova postura do município em relação à saúde, que passou a ocupar papel prioritário para a administração municipal a partir deste ano. A prefeitura criou o programa Mais Saúde, com várias ações. Entre elas, a retomada de obras de Seis Unidades de Saúde da Família que foram abandonadas no governo anterior, o programa Farmácia Todo Dia, com distribuição de remédios gratuitos também aos finais de semana e feriados e o Espaço Mais Saúde, complexo médico-hospitalar onde estão sendo realizados consultas, exames e cirurgias de pequena e média complexidades com o objetivo de reduzir a fila de espera na rede municipal de saúde, que tem pacientes aguardando por atendimento desde 2014.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.