Verduras são colhidas da Horta Municipal Divulgação - publicada em 9. 8. 2017 - atualizada 7h5 Quarenta caixas foram colhidas na terça-feira (8) e outras 40 serão colhidas na quinta. Os alimentos são encaminhados a entidades assistenciais que atendem famílias.
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

Com o propósito de encaminhar verduras direto da horta para a mesa de quem precisa, a prefeitura de Rio Claro reativou no início do ano a Horta Municipal, no distrito de Ajapi, e está tendo a possibilidade de ajudar na refeição de centenas de famílias. No bairro Alto do Santana, a prefeitura implantou a Horta Solidária que também tem sua produção destinada às famílias carentes.

Cerca de 80 caixas de verduras, colhidas na Horta Municipal de Rio Claro, estão sendo entregues nesta semana ao Fundo Social de Solidariedade para serem encaminhadas a entidades assistenciais do município.

Na terça-feira (8) foram colhidas 40 caixas de verduras e mais 40 caixas serão colhidas na quinta-feira (10). “Desde a reativação da horta quase 300 caixas de legumes e verduras foram colhidas, o que nos possibilitou auxiliar muitas famílias”, observa Emílio Cerri, secretário de Agricultura.

As doações desta semana, que incluem alface, chicória e couve atenderão pelo menos oito entidades do município. “Assim que recebemos as doações fazemos contato com as entidades cadastradas para que os alimentos cheguem à mesa de quem precisa”, comenta Paula Silveira Costa, presidente do Fundo Social.

No Jardim Nova Rio Claro, o projeto Fio da Meada atende cerca de 60 famílias. As verduras conseguidas com o Fundo Social são servidas no almoço preparado para as crianças, que ainda levam para a casa a sacolinha com verduras para enriquecer a refeição da família. “Já houve vezes em que fui buscar as verduras de ônibus, mas todo o esforço vale a pena para que as pessoas que precisam possam contar com estes alimentos”, destaca Luiz Conceição, presidente do projeto.

Outras 50 famílias recebem atendimento por meio do Projeto Despertai, que também é beneficiado com a doação de verduras da Horta Municipal. “Muitas pessoas estão desempregadas e precisam desta ajuda, que pode parecer pequena, mas para estas famílias é essencial”, afirma Geraldo Gandolfo, presidente do Despertai.

Após mais de oito meses parada, a Horta Municipal foi reativada em abril deste ano e desde então toda a produção é encaminhada ao Fundo Social de Solidariedade.

 

“São 2.600 metros de canteiros cultivados com verduras e legumes produzidos de maneira 100% natural”, destaca Sérgio Litholdo, diretor municipal de Silvicultura. Na horta também estão cultivados repolho, rúcula, brócolis, berinjela, rabanete, salsinha e cebolinha.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.