Escola Caic terá muro após 10 anos de espera Divulgação - publicada em 1. 8. 2017 - atualizada 7h1 A prefeitura vai investir mais de R$ 300 mil para construir o muro no entorno das escolas Caic e Isolina Cassavia, que há anos solicitam a melhoria.
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

A construção de muro no entorno das escolas municipais Jardim das Palmeiras – Caic e Isolina Huppert Cassavia, localizadas no Jardim Brasília 1 em Rio Claro, são reivindicações antigas da comunidade escolar. Há mais de dez anos os educadores solicitam a colocação de muro na área que tem apenas alambrado como proteção. Depois de muito tempo de espera, esse pleito será atendido pela prefeitura. “Finalmente vamos murar as escolas para proporcionar maior segurança para os alunos”, anunciou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que esteve nas unidades de ensino na quinta-feira (27) para dar pessoalmente a notícia aos professores, funcionários, pais e alunos. Da visita também participou o secretário da Educação, Adriano Moreira.

O muro visa aumentar a segurança das escolas. Para a professora coordenadora do Caic, Rosemara Cardozo Ceregato, o muro vai impor respeito e dar mais tranqüilidade para alunos e professores. “Queria que a escola não tivesse muro, mas infelizmente é necessário”, afirma.

A vice-diretora do Caic, Jorgina Aparecida de Oliveira Camargo, observa que com maior proteção na escola será possível fazer melhorias no prédio e conservá-las. De acordo com ela, a direção não é contra a utilização da escola pela comunidade. “O espaço está à disposição, somente pedimos que ele seja utilizado sem vandalismo”, declara. Juninho lembrou que como vereador lutou muito para que a construção do muro se tornasse uma realidade, o que está sendo feito agora em sua gestão como prefeito.

A obra será realizada por empresa contratada pela prefeitura. A licitação está em andamento e será encerrada no dia 10 de agosto. Planilha elaborada pela Secretaria de Obras calcula investimento de R$ 313 mil para realização do serviço. “A obra será custeada com recursos da prefeitura e, se não houver problemas que atrasem o cronograma, poderá ser iniciada em setembro”, informa Adriano Moreira. O prazo de conclusão é de quatro meses.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.