Governo repassa R$ 2,4 bi ao Bolsa Família Divulgação - publicada em 20. 6. 2017 - atualizada 7h38 O pagamento teve início na segunda-feira (19) e segue até o dia 30. Mais de 13,2 milhões de famílias receberão o benefício
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

Recursos ficam disponíveis para saque durante 90 dias (Foto: Gov. Espírito Santo)

Cerca de R$ 2,4 bilhões serão repassados aos beneficiários do Bolsa Família neste mês. A partir de segunda-feira (19), mais de 13,2 milhões de famílias receberão o valor médio do benefício, cerca de R$ 180,49. Para saber o dia em que é possível sacar o dinheiro, deve-se observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) impresso no cartão.

O valor repassado varia de acordo com o número de membros da família, a idade de cada um e a renda declarada ao Cadastro Único para programas sociais do governo federal. No primeiro dia, recebem as famílias com NIS de final 1. No segundo dia, os cartões terminados em 2, e assim sucessivamente. Os recursos ficam disponíveis para saque durante 90 dias.

Antecipação

Neste mês, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) antecipa o pagamento para beneficiários de 26 municípios atingidos pelas chuvas no Rio Grande do Sul e em Pernambuco. Nesse caso, as famílias poderão sacar os recursos a partir desta segunda-feira (19), independentemente do último algarismo do NIS impresso no cartão.

Além disso, se o beneficiário tiver algum problema com o cartão do programa, ele pode procurar o setor do Bolsa Família na cidade e solicitar a Declaração Especial de Pagamento. O documento apresentado em substituição ao cartão tem validade de 60 dias.

Primeira infância

Para fortalecer ainda mais o Bolsa Família, o governo federal criou um programa de atenção à primeira infância. Sob a coordenação do MDS, o Criança Feliz reunirá ações nas áreas de saúde, educação e cultura. As famílias serão acompanhadas por profissionais capacitados, que farão visitas domiciliares periódicas. Serão priorizadas gestantes e crianças de até 3 anos de idade beneficiárias do Bolsa Família e as de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O MDS também prepara um pacote de ações para promover a inclusão produtiva dos beneficiários do Bolsa Família, com oferta de microcrédito, estímulo aos jovens na área de tecnologia da informação e premiação aos prefeitos que conseguirem realizar ações para aumentar a renda dos mais pobres.

Fonte: Portal Brasil, com informação do MDS

 

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.