Alckmin nomeia 1.118 agentes Divulgação - publicada em 19. 4. 2017 - atualizada 7h43 São 1.040 cargos para policiais, 62 oficiais administrativos e 16 técnicos de laboratório atuando em todos os núcleos policiais do Estado
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

Governador Geraldo Alckmin, o secretário Mágino Alves Barbosa Filho e o presidente da Alesp Cauê Macris participaram da nomeação dos 1.118 novos policiais (Marcelo Camargo/A2img)

O governador Geraldo Alckmin anunciou, na terça-feira (18), a nomeação de 1.118 agentes para as polícias Civil e Técnico-Científica do Estado de São Paulo. São 1.040 cargos para policiais, 62 oficiais administrativos e 16 técnicos de laboratório.

“Hoje estamos assinando a nomeação destes 1.118 novos policiais para as policiais Civil e Técnico-Científica. A gente fica muito feliz, porque a polícia vem fazendo um trabalho extraordinário. E as polícias investigativas fazem um trabalho extremamente significativo para que o poder judiciário possa fazer justiça ainda melhor com as respectivas comprovações e inquéritos”, disse Alckmin.

Para a Polícia Civil, foram nomeados 922 novos agentes, sendo 74 delegados, 321 investigadores e 527 escrivães. Já a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) contará com mais 118 agentes, sendo 57 médicos legistas e 61 peritos. A SPTC também receberá reforço para os quadros de apoio dos institutos de Criminalística (IC) e Médico Legal (IML). Somam ao efetivo mais 16 técnicos de laboratório e 62 oficiais administrativos. Esses profissionais vão atuar em todos os núcleos policiais do Estado.

Desde 2011, o Governo de São Paulo investiu na contratação de 4.027 policiais civis, além destes futuros policiais que foram nomeados nesta terça. Também foram chamados 360 delegados, 1.260 investigadores, 1.215 escrivães, 537 agentes policiais, 400 agentes de telecomunicação, 149 papiloscopistas e 106 auxiliares de papiloscopista.

Da Técnico-Científica, desde 2011, foram nomeados 806 policiais, sendo 175 médicos legistas, 283 peritos, 136 auxiliares de necropsia, 50 atendentes de necrotério, 143 fotógrafos e 19 desenhistas.

Para a Polícia Militar, desde 2011, foram contratados 23.779 policiais militares para reforçar o policiamento no Estado. Estão em formação mais 3.278 PMs, sendo 2.081 soldados e 447 alunos-oficiais. Além disso, estão em andamento concurso para selecionar mais 2.293 soldados, 131 alunos-oficiais e 74 tenentes-médicos.

A nomeação foi assinada e será publicada no Diário Oficial do Estado.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.