Enem terá prova personalizada Divulgação - publicada em 12. 4. 2017 - atualizada 20h19 Cadernos de questões virão com o nome do candidato e os cartões de respostas encartados na avaliação com a identificação do estudante
Opções
a- / 
a+
Indicar

Imprimir

Achei um erro

As inscrições começam às 10h, de 8 de maio de 2017, e vão até às 23h59 de 19 do mesmo mês (Arquivo/Agência Brasil)

A edição de 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá algumas novidades que proporcionarão mais segurança aos candidatos. Uma das mudanças é a personalização dos cadernos de questões. O estudante que fizer a prova neste ano vai receber o material com o nome e o número de inscrição já impressos.

Além disso, os cartões de respostas virão encartados na avaliação e com a identificação do candidato. Essas alterações estão no edital nº 13, publicado no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (10).

De acordo com o ministro da Educação, Mendonça Filho, essa medida de identificação das provas vai contribuir para inibir possíveis fraudes no exame. “Temos um instrumento a mais para identificar a prova feita pelo candidato e, evidentemente, até permitir a rastreabilidade”, enfatiza. De acordo com ele, será possível saber até “se por ventura, uma prova foi subtraída ou canalizada para uso indevido”.

A presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, ressalta que, além de aumentar a segurança para o candidato, a medida facilita a transcrição das respostas.

“A personalização aumenta a segurança para o candidato e facilita um pouco, porque antes ele tinha de transcrever, na folha de resposta, a cor da prova que estava fazendo. Agora, as duas estarão identificadas com nome e número de inscrição, e a folha de resposta já virá encartada no caderno de questões”, explica.

O Inep informou que as provas continuarão a ser aplicadas em quatro cadernos diferentes e identificados por cores. Além disso, as alterações nos cadernos de questões e de respostas não trarão nenhum gasto extra ao governo.

Inscrições 

As inscrições começam às 10h do próximo dia 8 de maio e vão até as 23h59 de 19 do mesmo mês. O pagamento deve ser efetuado até 25 de maio. As primeiras provas serão no dia 5 de novembro, com duração de cinco horas e meia – para linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e ciências humanas e suas tecnologias. 

No dia 12, o segundo domingo da prova, o aluno terá quatro horas e meia para responder às questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. Um edital específico será publicado para pessoas privadas de liberdade, que prestarão o Enem nos dias 12 e 13 de dezembro.

Aqueles que precisarem da declaração de comparecimento para o trabalho não mais poderão adquirir o documento no local da prova. O interessado deve imprimir a solicitação antes, pela página do Inep, e levá-la preenchida para a assinatura do coordenador da prova.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Educação

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


PUBLICIDADE - Anuncie aqui.