Meu primeiro gato: dicas para os donos Divulgação - publicada em 6. 3. 2017 - atualizada 16h6 Felinos são diferentes de cachorros, com gostos peculiares e comportamentos singulares. Confira nossas recomendações para receber seu novo membro da família de braços abertos
Opções
a- / 
a+
Comentar

Indicar

Imprimir

Achei um erro

por Ana Claudia Kabbach

Muitos donos de primeira viagem têm dúvidas na hora de levar seu bichinho pra casa. Primeiro você precisa ter em mente que ele não é um cachorro. Seus cuidados e seu comportamento são completamente diferentes.

Por serem animais bem curiosos, tentarão explorar ao máximo o novo território. Por isso, mantenha portas e janelas fechadas, e tampas de privada abaixadas para que não ocorra nenhum acidente. Os gatos se sentem à vontade no colo de quem confiam. Para isso, é necessário primeiro ganhar a confiança. Nunca o segure contra a sua vontade, deixe que ele se aproxime de você.

Se você mora em casa, não permita que seu gatinho tenha acesso à rua. Os passeios podem trazer doenças, facilitar acidentes, possibilitar maus-tratos por parte de terceiros e até mesmo resultar em sumiços permanentes. O bem-estar e integridade física do seu animal agora são sua responsabilidade.

Uma coleira de identificação e telefone é sempre bem-vinda. A castração é obrigatória para evita reprodução indesejada, brigas com outros animais e uma série de doenças.

Caso more em apartamento, não se esqueça de que gatos adoram janelas e sacadas! Portanto, antes de levá-lo pra casa, instale rede em todas elas! É essencial tornar o ambiente seguro para seu amigo!

Caixa de areia

Separe duas caixas de areia para que o seu gatinho possa escolher a preferida. Elas devem ser maiores que o seu gato e as melhores são as que têm encaixe extra na borda, para evitar que espalhe areia no chão.

A caixa deve estar com, no mínimo, 5 cm de areia sanitária. A sujeira deve ser sempre retirada com uma pá e a caixa preenchida com mais areia limpa. A limpeza completa deve ser feita a cada 20 dias, com areia nova.

Alimentação

Não coloque as tigelas de água e comida próximas da caixa de areia. Prefira um local tranquilo. Evite trocar o local da ração nos primeiros dias, até que ele se acostume com o ambiente. Posteriormente, ofereça comida de 2 a 3 vezes por dia, de acordo com a quantidade que o pacote de ração indicar no verso.

Caminha

Seu gatinho vai adorar tirar um cochilo por longas e longas horas. Por isso, escolha uma caminha bem confortável, mas que seja de fácil acesso para entrar e sair. Coloque-a em um local calmo, longe de barulho. Para que o gatinho fique bem quentinho, você também pode forrá-la com uma mantinha.

Arranhador

O arranhador é um dos itens mais importantes para o bem estar do seu gatinho. Eles adoram se espreguiçar e arranhar suas patinhas. Para que essa diversão não seja feita no seu sofá ou nos móveis, há opções de arranhadores em formato de poste e de árvore. Não se esqueça de que a altura deve ser o suficiente para que ele se estique todo!

Brinquedos

Os gatinhos se divertem com pouco, não havendo a necessidade de comprar brinquedos caros. Bolinhas de papel, fio de lã, ratinhos de corda, bolinha de ping pong com pena, caixas de papelão e outros tipos de brinquedo garantem a diversão do gato com o seu dono!

Escova

Se você optou por um gato de pelo longo, esse acessório é fundamental! Ele deve ser escovado com frequência, para evitar nós. Mas, cuidado: nunca escove o gato contra o sentido do pelo.

Caixa de transporte

Ter uma caixa de transporte é essencial para levar o seu gatinho ao veterinário ou caso precise viajar. Assim, ele fica mais seguro na caixinha quando você precisar tirá-lo de casa.

Tem mais informações sobre esta asunto? Partilhe sua experiência. Seja um Repórter!
Comentar
Indicar
Imprimir
Achei um erro
Indicar


Comentar no Guia
Para comentar essa matéria é preciso ser um leitor cadastrado.
PUBLICIDADE - Anuncie aqui.